Search
Close this search box.

Músicos canhotos que fizeram parte da história

Lady Gaga cantora, compositora, atriz americana, conhecida por sua voz poderosa e imagem teatral é canhota

Índice

Este é um tema fascinante que explora a influência e o impacto dos músicos canhotos na história da música. Desde guitarristas lendários a maestros renomados, os músicos canhotos deixaram uma marca indelével na música.

A Importância dos Músicos Canhotos na História da Música

Os músicos canhotos desempenharam um papel crucial na modelagem da história da música. Eles superaram desafios únicos, quebraram barreiras e abriram caminho para futuros músicos canhotos.

A Ciência por Trás da Destreza Musical

Genética e Destreza Musical

A genética desempenha um papel na destreza musical? A resposta é complexa. Enquanto alguns estudos sugerem que a destreza musical pode ter uma base genética, outros indicam que o ambiente e a cultura também são fatores importantes.

O Papel do Cérebro na Destreza Musical

O cérebro humano é dividido em dois hemisférios, cada um responsável por diferentes funções. A lateralização do cérebro, ou a tendência para certas funções serem dominadas por um hemisfério, ou outro, é um fator chave na determinação da destreza musical.

Músicos Canhotos que Marcaram a História

Jimi Hendrix: O Guitarrista Canhoto que Revolucionou o Rock

Jimi Hendrix: O Guitarrista Canhoto que Revolucionou o Rock

Jimi Hendrix, nascido em 1942, é sem dúvida um dos músicos canhotos mais influentes da história. Apesar de sua vida curta, ele deixou um legado duradouro que continua a influenciar músicos e fãs de música até hoje.

Hendrix nasceu em Seattle, Washington, e começou a tocar guitarra aos 15 anos. Ele era canhoto, mas como muitos canhotos da época, inicialmente aprendeu a tocar em uma guitarra para destros. No entanto, Hendrix não se deixou limitar por isso. Ele simplesmente virou a guitarra ao contrário e reorganizou as cordas para se adequar à sua destreza canhota, criando um som único que se tornaria sua marca registrada.

A carreira de Hendrix decolou após sua mudança para a Inglaterra em 1966. Lá, ele formou a Jimi Hendrix Experience e lançou seu primeiro single, “Hey Joe”, que alcançou o sexto lugar nas paradas britânicas. O álbum de estreia da banda, “Are You Experienced”, foi um enorme sucesso e incluiu hits como “Purple Haze” e “The Wind Cries Mary”.

Hendrix era conhecido por sua habilidade excepcional na guitarra, que combinava técnicas inovadoras de manipulação de feedback, distorção e wah-wah. Ele também era famoso por suas performances ao vivo eletrizantes, que frequentemente incluíam ele tocando a guitarra com os dentes ou atrás das costas, e até mesmo queimando sua guitarra no palco.

Infelizmente, a carreira brilhante de Hendrix foi interrompida por sua morte prematura aos 27 anos. No entanto, sua influência na música perdura. Ele revolucionou a forma como a guitarra é tocada e percebida, e sua música continua a inspirar e influenciar músicos de todos os gêneros. Jimi Hendrix não foi apenas um músico canhoto que fez história – ele foi um dos maiores guitarristas de todos os tempos.

Paul McCartney: O Beatle Canhoto

Paul McCartney O Beatle Canhoto

Paul McCartney, nascido em 1942 em Liverpool, Inglaterra, é sem dúvida um dos músicos canhotos mais influentes e bem-sucedidos da história. Como membro dos Beatles, McCartney ajudou a moldar a face da música popular e deixou uma marca indelével na indústria da música.

McCartney começou sua carreira musical na adolescência quando conheceu John Lennon e se juntou a sua banda, The Quarrymen. A banda eventualmente se transformou nos Beatles, com McCartney no baixo, Lennon na guitarra rítmica, George Harrison na guitarra solo e Ringo Starr na bateria.

Como canhoto, McCartney enfrentou desafios ao aprender a tocar baixo. Na época, a maioria dos baixos era projetada para destros, então McCartney teve que adaptar sua técnica. Ele virou seu baixo Hofner 500/1 de cabeça para baixo e reorganizou as cordas para se adequar à sua destreza canhota. Isso resultou em um estilo de tocar único que se tornou uma parte integral do som dos Beatles.

Além de seu baixo melódico, McCartney também contribuiu para a música dos Beatles com sua voz distinta e suas habilidades de composição. Ele co-escreveu muitas das canções mais amadas dos Beatles com Lennon, incluindo “Yesterday”, “Hey Jude” e “Let It Be”. Sua voz pode ser ouvida em muitos dos maiores sucessos dos Beatles, incluindo “Can’t Buy Me Love”, “Eleanor Rigby” e “Band on the Run”.

Após a separação dos Beatles em 1970, McCartney teve uma carreira solo bem-sucedida e formou a banda Wings. Ele continua a fazer música até hoje, provando que ser canhoto não é uma barreira para o sucesso na indústria da música.

Paul McCartney não é apenas um músico canhoto que fez história – ele é uma lenda viva da música. Sua influência pode ser ouvida em inúmeros artistas e bandas, e sua música continua a encantar fãs de todas as idades ao redor do mundo.

Jimmy Cliff: O Canhoto que Elevou o Reggae

Jimmy Cliff O Canhoto que Elevou o Reggae

Jimmy Cliff, nascido como James Chambers em 1948 na Jamaica, é um músico canhoto que desempenhou um papel crucial na popularização do reggae em todo o mundo. Desde a infância, Cliff mostrou um talento natural para a música, cantando suas próprias melodias nas feiras culturais de sua cidade natal.

Quando decidiu que queria viver de música, Cliff mudou-se para Kingston, a capital e maior cidade da Jamaica. Lá, ele conheceu Leslie Kong, um empresário jamaicano-chinês que dirigia a Beverley’s Records. Kong foi uma figura instrumental na ascensão da música jamaicana, e ele viu algo especial em Cliff.

Apesar do apoio de Kong, os dois primeiros discos de Cliff não alcançaram o sucesso esperado. No entanto, ele não desistiu. Seu primeiro single de sucesso, “Hurricane Hattie”, foi lançado em 1962, e em 1964, Cliff mudou-se para a Inglaterra após assinar um contrato com a Island Records.

A mudança para a Inglaterra marcou um ponto de virada na carreira de Cliff. Embora as tentativas iniciais da Island Records de vender o reggae para o público do rock não tenham sido bem-sucedidas, Cliff finalmente alcançou o sucesso internacional em 1967 com o álbum “Hard Road to Travel”. Suas músicas alcançaram o top 30 nos Estados Unidos e se tornaram um sucesso no Brasil, onde ele ganhou o Festival Internacional da Canção.

Ao longo dos anos, Cliff continuou a influenciar a música em todo o mundo. Em 1980, ele fez uma turnê com o cantor brasileiro Gilberto Gil, e em 1990, ele colaborou com a Banda Cidade Negra. Ele também gravou com o Olodum e em 1997, ele apareceu no CD acústico dos Titãs.

Jimmy Cliff não é apenas um músico canhoto que fez história – ele é uma lenda do reggae. Sua música e sua influência se estendem muito além da Jamaica, tocando corações e inspirando músicos em todo o mundo.

Edgard Scandurra: O Canhoto que Revolucionou o Rock Brasileiro

Edgard Scandurra O Canhoto que Revolucionou o Rock Brasileiro

Edgard Scandurra, nascido em 5 de fevereiro de 1962 em São Paulo, é um músico canhoto brasileiro conhecido por seu talento excepcional e sua influência no cenário musical brasileiro. Apesar dos desafios de tocar instrumentos projetados principalmente para destros, Scandurra desenvolveu seu talento musical desde cedo.

Aos 15 anos, ele já liderava uma banda de punk rock chamada Subúrbio, que mais tarde se tornaria o “Ira!”, um dos grupos de rock mais influentes do Brasil nos anos 80.

Scandurra também foi baterista da banda “Mercenárias”, uma referência no punk rock nacional, e fez parte da formação inicial do “Ultraje a Rigor”, sendo ele quem escolheu o nome da banda que ainda hoje é uma figura proeminente no cenário do rock brasileiro.

O que torna a técnica de Scandurra única é o fato de ele ser canhoto. Ele toca a guitarra de destro com a mão esquerda, invertendo a formação dos acordes e criando padrões únicos. Esta abordagem inovadora à guitarra contribuiu para o som distintivo de suas bandas e ajudou a moldar o panorama do rock brasileiro.

Scandurra é conhecido por sua versatilidade musical, transitando com facilidade do rock à música eletrônica, sempre mantendo um alto nível de qualidade musical. Sua habilidade e influência o tornam um verdadeiro fenômeno brasileiro e um exemplo inspirador para músicos canhotos em todo o mundo.

Kurt Cobain: O Canhoto que Definiu o Grunge

Kurt Cobain: O Canhoto que Definiu o Grunge

Kurt Cobain, nascido em 20 de fevereiro de 1967, foi um músico canhoto americano que se tornou uma figura icônica no mundo da música como o vocalista e guitarrista da banda Nirvana. Cobain nasceu em Aberdeen, Washington, e desde cedo mostrou um talento natural para a música.

Cobain era canhoto, mas, como muitos canhotos, teve que se adaptar a um mundo projetado para destros. Ele aprendeu a tocar guitarra em um instrumento para destros, simplesmente virando-o de cabeça para baixo e reorganizando as cordas para se adequar à sua destreza canhota. Esta abordagem única à guitarra contribuiu para o som distinto do Nirvana e ajudou a definir o gênero grunge.

O Nirvana alcançou o sucesso mainstream com o lançamento de seu segundo álbum, “Nevermind”, em 1991. O single “Smells Like Teen Spirit” se tornou um hit instantâneo, catapultando a banda para a fama internacional. A música do Nirvana, com suas letras introspectivas e seu som de guitarra pesado e distorcido, capturou o espírito de uma geração e teve um impacto duradouro na música rock.

Infelizmente, a vida de Cobain foi marcada por lutas pessoais, incluindo problemas com drogas e depressão. Ele morreu tragicamente em 1994, aos 27 anos, mas sua influência na música perdura. Kurt Cobain não foi apenas um músico canhoto que fez história – ele foi uma voz para os descontentes e desiludidos, e sua música continua a ressoar com fãs em todo o mundo.

David Bowie: O Canhoto que Reinventou a Música e a Moda

David Bowie O Canhoto que Reinventou a Música e a Moda

David Bowie, nascido como David Robert Jones em 8 de janeiro de 1947, foi um músico canhoto britânico que deixou uma marca indelével na música e na moda. Bowie nasceu em Brixton, Londres, e desde cedo mostrou um talento natural para a música e a performance.

Bowie era canhoto, mas como muitos canhotos, teve que se adaptar a um mundo projetado para destros. Ele aprendeu a tocar guitarra e saxofone, dois instrumentos que são frequentemente projetados para destros, e desenvolveu uma técnica única que contribuiu para o seu som distintivo.

Bowie ganhou fama na década de 1970 com o lançamento de seu álbum “The Rise and Fall of Ziggy Stardust and the Spiders from Mars”. Com seu personagem alter ego Ziggy Stardust, Bowie desafiou as normas de gênero e sexualidade e se tornou um ícone da música glam rock.

Ao longo de sua carreira, Bowie foi conhecido por sua capacidade de reinventar-se. Ele explorou uma variedade de gêneros musicais, desde rock e pop até eletrônica e jazz, e cada um de seus álbuns tem um som e uma imagem distintos. Seus hits incluem canções como “Space Oddity”, “Heroes”, “Under Pressure” e “Let’s Dance”.

Bowie também foi conhecido por seu estilo de moda camaleônico. Ele era conhecido por seus trajes teatrais e maquiagem ousada, que se tornaram uma parte integral de suas performances.

David Bowie não foi apenas um músico canhoto que fez história – ele foi um verdadeiro inovador que reinventou a música e a moda. Sua influência pode ser vista em inúmeros artistas e bandas, e sua música continua a encantar fãs de todas as idades ao redor do mundo.

Justin Bieber: O Canhoto que Conquistou o Pop

Justin Bieber: O Canhoto que Conquistou o Pop

Justin Bieber, nascido em 1 de março de 1994, é um músico canhoto canadense que se tornou um fenômeno global no mundo da música pop. Bieber nasceu em London, Ontário, e desde cedo demonstrou um talento natural para a música.

Bieber é canhoto, e como muitos canhotos, teve que se adaptar a um mundo projetado para destros. Ele aprendeu a tocar guitarra em um instrumento para destros, simplesmente virando-o de cabeça para baixo para se adequar à sua destreza canhota. Esta abordagem única à guitarra contribuiu para o som distinto de Bieber e ajudou a definir seu estilo musical.

A carreira de Bieber decolou quando ele foi descoberto no YouTube pelo empresário Scooter Braun, que ficou impressionado com os vídeos de Bieber cantando covers de músicas populares. Braun arranjou uma reunião entre Bieber e o cantor Usher, que resultou em um contrato de gravação com a Island Records.

Desde então, Bieber se tornou um dos artistas mais bem-sucedidos do mundo, com vários álbuns e singles no topo das paradas. Sua música, que abrange gêneros como pop, R&B e EDM, capturou o coração de milhões de fãs em todo o mundo.

Apesar de sua juventude, Bieber já deixou uma marca indelével na música pop. Seu talento, carisma e habilidade para criar hit pop cativantes fizeram dele uma das maiores estrelas da música atual. Justin Bieber não é apenas um músico canhoto que fez história – ele é um ícone da música pop.

Phil Collins: O Canhoto que Dominou o Pop e o Rock

Phil Collins O Canhoto que Dominou o Pop e o Rock

Phil Collins, nascido em 30 de janeiro de 1951, é um músico canhoto britânico que deixou uma marca indelével na música pop e rock. Collins nasceu em Chiswick, Londres, e desde cedo mostrou um talento natural para a música.

Collins é canhoto e começou sua carreira musical como baterista. Ele se destacou por sua habilidade de tocar bateria de maneira ambidestra, uma habilidade que lhe permitiu desenvolver um estilo de tocar único e inovador.

Collins ganhou fama como o baterista e, mais tarde, vocalista da banda de rock Genesis. Com o Genesis, Collins ajudou a definir o som do rock progressivo nos anos 70, antes de a banda se voltar para um som mais pop nos anos 80.

Além de seu trabalho com o Genesis, Collins também teve uma carreira solo bem-sucedida. Seus hits incluem canções como “In the Air Tonight”, “Against All Odds (Take a Look at Me Now)” e “Another Day in Paradise”, que mostram sua habilidade para criar músicas pop cativantes e emocionalmente ressonantes.

Ao longo de sua carreira, Collins recebeu inúmeros prêmios e honras, incluindo sete Grammy Awards, dois Golden Globe Awards e um Oscar. Ele foi introduzido no Rock and Roll Hall of Fame como membro do Genesis em 2010.

Phil Collins não é apenas um músico canhoto que fez história – ele é uma lenda da música. Seu impacto na música pop e rock é inegável, e suas músicas continuam a tocar corações e inspirar músicos em todo o mundo.

Outros Músicos Canhotos Notáveis

  1. Billie Eilish: A cantora e compositora americana, conhecida por hits como “Bad Guy” e “Everything I Wanted”, é canhota.
  2. Eminem: O rapper, produtor e ator americano, considerado um dos maiores e mais influentes artistas de rap de todos os tempos, é canhoto.
  3. Lady Gaga: A cantora, compositora e atriz americana, conhecida por sua voz poderosa e imagem teatral, é canhota.
  4. Iggy Pop: O cantor, compositor e ator americano, muitas vezes chamado de “Padrinho do Punk”, é canhoto.
  5. Paul Simon: O cantor, compositor e ator americano, conhecido tanto por sua carreira solo quanto por sua parceria com Art Garfunkel, é canhoto.
  6. Ringo Starr¹: O baterista dos Beatles, embora toque bateria como destro, é na verdade canhoto para a maioria das outras tarefas.
  7. Zacky Vengeance: O guitarrista rítmico da banda de heavy metal Avenged Sevenfold é canhoto.
  8. Dougie Poynter: O baixista e vocalista da banda britânica McFly é canhoto.
  9. Isaac Hanson: O membro mais velho da banda de pop rock Hanson, conhecida pelo hit “MMMBop”, é canhoto.

Esses músicos mostram que ser canhoto não é uma barreira para o sucesso na indústria da música. Na verdade, muitos deles usaram sua destreza canhota para trazer uma perspectiva única e inovadora para a música.

Conclusão

A música é uma linguagem universal que transcende fronteiras, culturas e, como vimos, destrezas. Os músicos canhotos que destacamos neste artigo superaram desafios e quebraram barreiras, trazendo uma perspectiva única e inovadora para a música.

Eles provaram que ser canhoto não é uma barreira para o sucesso, mas sim uma característica que pode ser usada para criar um som distinto e inovador.

De Jimi Hendrix a Paul McCartney, de Kurt Cobain a Justin Bieber, de Phil Collins a David Bowie, esses músicos canhotos deixaram uma marca indelével na música.

Eles inspiraram e continuam a inspirar inúmeros outros músicos, mostrando que a destreza não é um obstáculo, mas uma oportunidade para a inovação.

Então, da próxima vez que você pegar um instrumento musical, lembre-se desses músicos canhotos.

Lembre-se de como eles desafiaram as normas e usaram sua destreza canhota para criar música que tocou o coração de milhões de pessoas ao redor do mundo.

E quem sabe? Talvez você seja o próximo músico canhoto a fazer história.

Veja também: Desafios diários dos Canhotos

Perguntas Frequentes
Rolar para cima